15 de agosto de 2008

troca amorosa






de ti
receberia o chão que me faltava

e dava-te,
punha-te janelas no coração



como pudemos ter falhado?









4 comentários:

Anónimo disse...

O amor tem dosagem.
Principia por ser um líquido escuro numa farmacopeia
Abandonada.Espesso,espera ser dividido em porções
Mais líquidas,que o transformem numa poção de cura
Homeopática.Um prazer curado que regressa
Á fulgurância.Não desejo rapto
Mas santidade.
M.Gabriela.L

Parabéns e um grande abraço:)

Márcia(clarinha) disse...

Não existe perfeição nem receita contra a falência de sentires, pena.

beijos

fernanda f disse...

Detesto a palavra sentires.
O que vale é a tua poesia.

isabel mendes ferreira disse...

belo. tanto.


que doi.



abraço.