6 de novembro de 2006

a poesia / antónio gancho


*


MOSTRAS-ME O FIM do mundo
o Inferno de Dante
onde o Diabo nos arde na sua fogueira
com os demónios todos juntos
mesmo assim quero ir contigo
vou contigo para o fim do mundo
para o fim da Terra
para o Céu ou o Inferno
vou contigo para a fogueira do Inferno
lá quero-me arder contigo
e ardemos os dois
ao mesmo tempo trespassados pela faca do amor.




poemas digitais
jun. / jul. 89
o ar da manhã
assírio & Alvim
1995

2 comentários:

Anónimo disse...

http://cronicasdeamor.blogspot.com/

Hugo Milhanas Machado disse...

Um grande poeta, António Gancho.

O Blog, encantador.

HMM